Cópia de blog 2 - 5 DICAS PARA ORGANIZAR AS FINANÇAS DA EMPRESA EM DIA

5 DICAS PARA ORGANIZAR AS FINANÇAS DA EMPRESA EM DIA

setembro 20, 2017 - @medicon

Sem comentários

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 LinkedIn 0 Filament.io 0 Flares ×

Você tem uma empresa pequena? Não importa. Ter as finanças em dia é essencial para qualquer tipo de negócio. As finanças representam todos os recursos que a empresa possui e são valores que serão utilizados para a manutenção das atividades operacionais dela.

Neste post, listamos 5 dicas para colocar as finanças da empresa em dia e que irão lhe mostrar que investir na organização e ter o controle das suas finanças pode ser uma excelente opção, deixando tempo para outras atividades de seu negócio. Acompanhe agora!

 

1. Conheça as Finanças da Sua Empresa

Você sabe o quanto realmente a sua empresa possui em caixa? Esse dado é muito importante e valioso, já que você é o dono do negócio. Você deve organizar os valores existentes, entendendo quais são os valores destinados aos gastos e quais são de entradas em caixa.

Uma forma excelente e prática de manter o controle e a organização dessas finanças é implementando e praticando o fluxo de caixa. O fluxo de caixa é uma ferramenta financeira que pode ser utilizada de várias formas na gestão de seu negócio.

Hoje você pode contar com sistemas específicos para o fluxo de caixa. Mas se não for esse o seu caso, pode recorrer para a planilha eletrônica e inserir os valores iniciais do seu fluxo.

Perceberá que, com os valores organizados no fluxo, uma estrutura estará sendo criada. A sugestão agora é ir anotando todas as entradas que a empresa possuir e as saídas também. Como os recebimentos de clientes e pagamentos de fornecedores e salários dos funcionários.

O estabelecimento e uso do fluxo de caixa é um dos primeiros passos para organizar e entender melhor como estão as finanças de sua empresa. Utilizando essa ferramenta, você organiza e entende melhor como sua empresa está em relação aos recursos financeiros e pode acompanhar em tempo real quais os valores realmente estão disponíveis para investimentos ou para outras opções.

Ainda não se sente seguro sobre o assunto? Veja esse material específico sobre fluxo de caixa para a sua empresa.

 

2. Utilize o Capital de Giro a Seu Favor

O capital de giro envolve os valores que você ainda receberá dos clientes. Aqui é bom você ficar atento com as negociações que fez com cada cliente referente as formas e condições de pagamento. Em muitos casos é comum que se tenha dificuldades de caixa ao dar mais prazo para seus clientes do que você tem com os seus fornecedores, ou seja, você demora mais para receber e tem que desembolsar recursos em menores espaços de tempo.

 

3. Conheça Melhor Seu Departamento Financeiro

Organize e padronize o time que cuidará das rotinas e controles para que tudo flua da melhor forma possível.

Procure estabelecer uma rotina e formas de cobrança que atuem desde o primeiro dia em atraso do seu cliente. Invista em uma política de negociação dos títulos em atraso e no controle e classificação do risco de seus clientes. Assim, você cria uma carteira de clientes mais segura e que lhe renderá menos problemas de inadimplência.

Reserve tempo e recursos também para as contas a pagar da empresa. Todos os pagamentos deverão estar devidamente registrados no sistema para que possam ser retirados e conferidos relatórios por data de vencimento, por exemplo.

Você perceberá que com pequenos ajustes e alterações no comportamento da equipe os processos ficarão ágeis, rápidos e robustos.

 

4. Gerencie Seus Estoques

A sua empresa depende de estoque de produtos? É preciso que você também tenha o controle sobre esses mantimentos. Tenha o hábito de registrar todas as entradas e saídas de estoque, pois isso afetará também a questão de contas a pagar e a receber.

Além de evitar fraudes e desvios de produtos. Você terá o “giro” completo do seu estoque na palma da mão. Conseguirá ter uma previsão de quando poderá faltar ou sobrar produtos e evitar essas situações.

 

5. Entenda Suas Demonstrações Financeiras

Mesmo que você não conheça os termos técnicos, procure se aproximar da contabilidade da sua empresa e entenda o que são e para que servem as demonstrações. Você deve prestar bastante atenção aos Balanços Patrimoniais e em Demonstrações de Resultados.

A utilização destas informações aliadas às outras informações financeiras de sua empresa é vital para a boa gestão de seu negócio.

 

Gostou desse artigo? Comente, curta, compartilhe! Acesse aqui para conhecer o Portal Medicon.

 

Gostou? Compartilhe esse artigo!

@medicon